sexta-feira, 6 de abril de 2012

Ben 10 Max Force::11 - Ilha




2º Temporada
Episódio 1
A Ilha


Max Recebe um e-mail.

“Olá, Max Tennyson. Aqui é o Coronel Yoko da Marinha americana. Eu informo que mais uma pessoa está desaparecida. Ele navegou há 1, 5 km da ilha Mórdida nas 24 horas e 35 minutos a 01 hora e 07 minutos. Depois disso, não tivemos mais notícias dele, e nem sabemos o que causou o desaparecimento. Por ser o homem mais próximo as autoridades especializadas, peço por favor que os informe este misterioso acontecimento. Com meus agradecimentos, August Yoko.”


Mais tarde...

Ben: Como assim, uma ilha?

Max: A ilha Mórdida possui vários itens que redirecionam os sinais de satélites, GPSs ou qualquer coisa do tipo, permitindo que ela praticamente, não exista.

Kevin: Tá, mas por que o governo iria pagar milhões só pra esconder uma ilha paradisíaca? E esconder tanto a ponto de nenhum de nós saiba que ela existe?

Max: O governo investiu bilhões em tecnologia alienígena para não assustar os navegantes.

Ben: Ela é tão feia assim?

Max: Não. Esta ilha é considerada a mais perigosa do mundo. O governo decidiu escondê-la, para que não pudesse causar mais estragos. Preparem-se, esta será a missão mais perigosa.

Gwen: O que tem lá? Alienígenas aquáticos?

Max: Se eu contar, ninguém vai acreditar. Agora vão, rápido!

Max joga os três na Lata Velha 3 e eles decolam.

Gwen: Gente, alguém tem alguma ideia do que tem nessa tal ilha?

Kevin: Eu já ouvi histórias de ilhas que saiam do lugar, que explodiam sozinhas, que afundavam, que desapareciam... Pode ser alguma dessas não é pessoal?

Ben: Isso pode ser possível... Mas é improvável.

Gwen: A ilha possui um sistema de camuflagem de alta tecnologia que permite que ela fique invisível totalmente. Os testes feitos não indicaram nenhuma falha.

Kevin: Como você sabe tudo isso?

Gwen: Tem na Wikipédia espacial.

Ben: Graças ao programa que o vovô me deu, nós podemos identificar a ilha num rastreador. E acho que estamos chegando perto.

Computador: ÁREA RESTRITA, ÁREA RESTRITA! VOCÊ NÃO TEM PERMISSÃO DE ACESSAR ESTA ÁREA. DIGITE O CÓDIGO ESPECIAL PARA OBTER ACESSO.

Kevin: Conecte o programa no computador e espere...

Computador: ACESSO LIBERADO. SISTEMA DE CAMUFLAGEM DESATIVADO. (A camuflagem é desativada e a ilha torna-se visível)

Gwen: Nossa!

Ben: Bem Vindos a Ilha Mórdida!

Kevin: Eu acho que não foi uma boa ideia vir aqui... (a Lata Velha 3 pousa)

Gwen: Fiquem alerta... (descem da nave e um barulho é ouvido)

Gwen: O que foi isso?

Kevin: Eu não sei... Mas tomem cuidado! (Kevin absorve pedra)

Ben: Silêncio!

Passos na areia são ouvidos, mas não há nada por perto, apenas árvores. Ben, Gwen e Kevin olham para todos os lados atentamente.

Ben: Quem está aí?

Kevin: Responde!

Voz desconhecida: Relaxem. (todos viram para o mesmo lado, e vêem o sujeito)

Era Mike Morningstar. Ele estava com roupas novas, e seu rosto estava bonito, não com aquelas rugas escuras. Estava normal de novo.



Gwen: Mike?

Kevin: O que você tá fazendo aqui?

Mike: Eu moro aqui.

Ben: É, acho que o Vovô se enganou quando disse que tem algo perigoso aqui. H2O!!!

Primeira aparição de H2O na série
Gwen: Alien novo?

H2O: É só um teste. Vamos ver do que esse carinha é capaz.

Mike: Eu não quero brigar.

Kevin: Tá, e eu sou o ganhador do Prêmio Nobel da Paz... Acaba com ele Ben.

H2O: Deixa comigo. (H2O lança um poderoso jato d’água)

Mike: Você pediu. (Mike cria uma onda de energia que danifica o Alientrix, fazendo Ben voltar ao normal)

Gwen: Ben!!!

Ben: Cara, ele tá mais forte!

Kevin: O que você fez com ele seu otário!?

Mike: Eu já disse, eu não quero brigar!

Kevin: Vem cá que eu vou te dar uma surra!

Gwen: Kevin, para! (Gwen usa mana para saber se Mike fala a verdade)

Kevin: Ah, o que foi agora?

Gwen: Ele está falando a verdade. Calma.

Mike: Obrigado, bela Gwen. Você está mais sábia do que a última vez que nos vimos.

Ben: Pode responder o que você faz aqui?

Mike: Eu que pergunto, o que vocês estão fazendo na minha ilha?

Kevin: É uma missão especial.

Mike: Bom, contem comigo no que precisarem.

Ben: Por que confiaríamos em você? Você sempre tentou nos matar!

Mike: Desculpe Ben, isso foi passado. Sinto muito pela minha personalidade pervertida e má... Mas hoje estou bem.

Kevin: Hum... Estamos de olho em você... (Ben, Gwen e Kevin começam a andar)

Mike: Para onde vão?

Ben: Vamos dar uma olhada por aí. Ver o que esta ilha tem de “perigoso”.

Mike: Vocês devem preferir me acompanhar. O lado que estão indo é traiçoeiro.

Kevin: Não se preocupe, agente se vira. (continuam andando)

Mike: Hehe...

Kevin: Vocês não acham estranho esse cara aqui? E depois de vários anos ele não mudou nada!

Ben: Estranho mais foi ele dizer “EU NÃO QUERO BRIGAR!”

Kevin: É... E depois você mostrou a todos o poder do seu novo alien, levou uma porrada do Estrela Sombria, hehehe...

Gwen: Gente, senti alguma coisa...

Kevin: O que?

Gwen: Está aqui! (Gwen começa a entrar floresta a dentro e correr)

Ben: Gwen! Espera agente!

Kevin: Gwen!! (O grito de Kevin se espalha pela floresta, mas Gwen já estava longe)

Ben: E agora?

Kevin: Continuamos andando. A Gwen sabe se virar.

Ben: Eu tenho uma ideia melhor. INSECTÓIDE!!! Sobe em mim que eu te dou uma carona.

Insectóide


Kevin: Isso vai ser nojento... Ah... (Kevin sobe nas costas de Insectóide e ele voa sobre a ilha, mas não vê Gwen em lugar nenhum)

Insectóide: Ai cara, onde ela tá?

Kevin: Eu não sei...

Gwen (muito longe): Kevin!!!

Kevin: Gwen? Gwen! (Corre feito um louco pelas árvores)

Insectóide: Kevin! Endoidou de vez foi?

Kevin: Eu ouvi a Gwen! Ela tá ali!

Insectóide: Certo, mas me espera!

Kevin: Não posso deixar a Gwen!

Insectóide: Kevin! Kevin!!!! (Ben volta ao normal e Kevin desaparece)

Ben: Ai cara...

Estava tudo perdido. Ben, Gwen e Kevin estavam separados numa ilha gigantesca e deserta. Ben estava perturbado. O ambiente isolado e um calor imenso o deixavam cada vez mais fora de si. O único jeito era continuar andando.

Ben: Gwen... Kevin... Onde estão vocês?

Ben chega a uma grande muralha, coberta de plantas e fungos. O muro é muito resistente e corta o caminho de Ben. Ele olha para os lados. Este muro divide toda a ilha.

Ben: Bom, o jeito é atravessar. FRIAGEM!

O Friagem tenta atravessar o muro ficando intangível, mas não consegue. Ele se vê cercado por uma imensa muralha e árvores. De repente, Ben ouve uma voz:

Voz: Ah, até que enfim estamos sozinhos.

Ben: Kevin? Você está aí?

Voz: Ben Tennyson. Há anos tenho tentado trazer você para cá e agora você está em minhas mãos.

Ben: Minhas mãos? Quem está aí?

Voz: Eu pergunto. O que você anda fazendo com o planeta?

Ben: O planeta? Eu salvo todos os dias.

Voz: Até quando? Todos os miseráveis ciclos solares deste planeta você e seu “morfador” lutam contra outros seres, em nome da Terra. As brincadeiras que você chama de ameaça, na verdade, não são nada. Você luta para defender a sua espécie de outras espécies, mas não sabe que é da sua espécie que você tem que se defender.

Ben: Como assim?

Voz: Por milhares de anos, a humanidade vem se acomodando e se alastrando deste planeta como se fosse uma praga. As conseqüências da sua sobrevivência são as causas da morte, do planeta.

Ben: Morte do planeta? Tá pode parar, quem é que está falando isso? Por que não aparece e me enfrenta como homem?

Voz: Pensa que me ofende com suas palavras? Apenas ofendeu pelo fato de você me comparar a um humano.

Ben: Então quem é você?

Voz: Eu? EU SOU MÓRDIDA! A SUA ESPÉCIE VEM DESTRUINDO A TERRA, BEN TENNYSON. E VOCÊ, COMO REPRESENTANTE LEGAL DA HUMANIDADE, VAI SOFRER POR ISSO.

Os galhos das árvores começam a ir na direção de Ben, as raízes, troncos e folhas começam a prendê-lo no chão.

Ben: Isso não fica assim! (Ben tenta mexer no Alientrix, mas uma raiz puxa a mão dele)

Voz: É o seu fim, Ben Tennyson.

As raízes prendem Ben, até o único raio de luz que ele poderia ver. Estava tudo escuro. Só a respiração de Ben era de se ouvir. Quando de repente Mike aparece e livra Ben das raízes.

Ben: Cof Cof (tosse)

Mike: Vai ficar bem.

Mórdida: Mike, não interfira nisso!

Mike: Ele não tem culpa. Mas eu sei que ele vai reverter à situação.

Ben: Eu sei. Eu vou tentar mobilizar as pessoas para que elas possam parar com tudo isso.

Mórdida: Não adianta, o único remédio é a morte! Os humanos não estão nem aí para a Terra!

Ben: Eu estou. Mas eu tava sem tempo. Juro que vou tentar fazer algo.

Mike: Já é um começo.

Ben: Mas e as pessoas desaparecidas?

Mike: Mórdida...

Mórdida: Estão... Soltos. (Mórdida liberta todos os desaparecidos)

Ben: Obrigado...

Gwen: Ben!

Ben: Gwen! Kevin! Onde vocês estavam? (abraça Gwen)

Kevin: Eu não me lembro.

Gwen: Nem eu.

Ben: Bom, de qualquer jeito... Obrigado, Mike.
Mike: É o meu dever proteger a Mórdida de tudo que ela fez por mim. Mas de vez em quando ela precisa de ajuda para entender as coisas.

Gwen: Já que solucionamos o mistério, e resgatamos todas as pessoas...

Ben: Temos um acordo, Mórdida.

Mórdida: Sim... Temos sim.

- FIM -

0 comentários:

Postar um comentário